quinta-feira, 19 de março de 2020

Saudades de futuro

Escrevo muitas vezes sobre a saudade. A saudade que vive dentro de mim. Às vezes nem sei bem do quê nem de quem. Ou até sei, com certeza!

Uso amiúde a expressão "saudades do futuro" e nunca, como hoje, essa expressão fez tanto sentido. 

Tenho saudades do futuro que virá depois desta tempestade. E quando me refiro a tempestade não é só ao período de quarentena a que estamos sujeitos. A tempestade ainda agora começou a levantar os primeiros ventos, os quais já fizeram cair algumas árvores. Vai doer. A todos. Estaremos preparados? Nunca estamos, por muitas precauções que tomemos - o inesperado vem naquelas letras pequeninas que estão nos contratos, que ninguém lê e que assinamos às cegas.

Onde iremos, então buscar forças? A nós! Só dentro de nós existe a força para superarmos o que aí vem. Mas sabem? Tenho fé que a bonança que se seguirá irá deixar saudades... as tais saudades de futuro.

E aí, como sobrevivente, hei-de agarrar com as duas mãos tudo o que me der força. Tudo o que me deixar feliz. E não vou deixar para depois tudo aquilo que tenho para fazer ou dizer. Haja saúde para isso! O resto vem por acréscimo. Por ora tenho o meu ano de 2020 suspenso. Suspenso num baloiço onde o equilibrio me provoca vertigens! Não o cancelei, porque o quero viver com tudo aquilo que mereço e a que tenho direito.

Pano p'ra Mangas

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Blogging tips