segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Wedding planning ... ou algo parecido


Há cerca de dois meses recebi uma proposta irrecusável. Irrecusável por duas razões: primeiro porque veio de uma amiga querida e segundo porque tem a ver com uma paixão de criança. Quem me conhece sabe bem do que falo, embora aqui nunca tenha deixado transparecer isto - que me lembre, pelo menos... 
Pois é, estou a ajudar na organização de um casamento! Acho que é a minha última amiga a casar - pelo menos primeiro casamento... É giro, dá trabalho e para angústia minha/nossa, o Algarve é um buraco negro no que diz respeito a fornecedores - há excepções, claro, mas a regra... é muito má! Para encontrar fotógrafo tivemos de subir no mapa, os convites não vão ser feitos cá (mas isso é opção dos noivos que vivem lonnnggeeee), o bolo está a ser uma verdadeira dor de cabeça e a decoração vai ser de acordo com o que está disponível na quinta, à qual iremos dar o nosso twist :-)
E foi neste contexto que há umas semanas estive na Quinta dos Agostos, onde se irá realizar a festa, e onde não ía há mais de 10 anos... Continua lindo. Aliás, está mais bonito ainda! Houve lá uma espécie de "demo" do que podem ser as mesas e a decoração dos espaços e eu aproveitei para tirar umas fotos. 
Obrigada M. e C. por esta oportunidade única!

Pano p'ra Mangas

domingo, 13 de Abril de 2014

The rhubarb saga - episode 4

Ora aqui está actualização mensal do estado dos meus ruibarbos. Há um mês coloquei-os em vasos mais fundos para que as raízes pudessem crescer e ontem transplantei-os para a terra onde, espero, venham a ficar lindos como aqueles que vejo no Pinterest :-) - e não, não vou ficar com nenhuma depressão se isso acontecer, pois sei desde o início que esta é uma experiência que pode não dar certo, e que estou a desafiar as leis da produção agrícola, especialmente por causa do clima.
Apesar de ter chovido na semana passada - e se choveu! - e de ter passado a terra três vezes com o alvião, ainda estava muito dura e não a soltei o suficiente, por isso,o meu pai veio em meu socorro (força de homem é outra coisa!) e acabou por ser ele a fazer a parte mais dura do trabalho. Depois só tive de regar à volta das plantas et voilá!
Da sementeira que fiz inicialmente, com 36 sementes, germinaram 30 e dessas passei para a terra 25. Nada mal, pois não?


Pano p'ra Mangas

sexta-feira, 11 de Abril de 2014

A fingir que sou um blog de culinária: crackers de couve flor


Pois é, o tempo não tem dado para mais nada a não ser cozinhar! Nem tenho posto o pé dentro do atelier para coser um botão sequer, e acreditem que já sinto falta...
Este reinicio de dieta não está a ser fácil e quando a fome aperta a primeira tentação é pegar na primeira coisa que está à mão - normalmente dá asneira! Por isso hoje, depois de ter chegado a casa fui cozinhar algo saudável, permitido e muito, muito tentador: Crackers de couve flor com presunto, alecrim e tomate seco. 
A ideia da couve-flor veio de uma receita para base de pizza que li aqui, mas como não faço pizza, pensei que acrescentando alguns outros ingredientes o resultado também fosse bom. E foi mesmo.

Ingredientes
(para dois tabuleiros)

1 couve flor - só a parte branca
5 fatias de presunto - só a parte magra
2 tomates secos
3 fatias de queijo magro
2 ovos ou 3 claras - para ligar
alecrim a gosto
sal e pimenta

Picar todos os ingredientes, excepto os ovos, com a ajuda de um robot de cozinha - eu piquei tudo na Bimby - mas uma velhinha 1,2,3 serve na perfeição - , juntá-los e envolvê-los bem com os ovos até formar uma massa. Temperar com o alecrim, o sal e a pimenta.
Distribuir a massa por dois tabuleiros forrados com papel vegetal, dividir em quadrados e levar ao forno pré-aquecido (200ºC) durante cerca de 20 minutos, ou até ficar dourado e estaladiço.


Para quem não está de regime, poderá emparelhar estes crackers com um vinho. Mas como de vinhos eu não percebo nada, perguntei a quem sabe o que é que aconselharia.
Um Viogner do Alentejo ou um Encruzado do Dão foram as sugestões do André Ribeirinho. O Ricardo Bernardo sugeriu um Verdelho da Madeira ou o Rosé Campo Largo. Depois veio a Celma Carreira e disse que um Bageiras Rosé era muito melhor. Por fim, o Jorge Nunes deixou a seguinte sugestão: Cabriz Encruzado.
As opiniões não são unânimes e é, por isso que, segundo os meus conselheiros, o mundo dos vinhos é tão interessante... e confuso :-)
Cheers!


Pano p'ra Mangas
 

terça-feira, 8 de Abril de 2014

A fingir que sou um blog de culinária: folar algarvio

 
Confesso que os doces de Natal, salvo raras excepções, não me dizem muito e até os acho dispensáveis, já os da Páscoa... são de comer e chorar por mais, especialmente o folar algarvio - que pode ser feito de mil e uma maneiras consoante a localidade em que nos encontremos, e acreditem: a variedade é tanta que não é fácil eleger o melhor!
Aqui em casa faz-se o folar como as avós faziam: enrolado com muito açúcar, manteiga e canela. A única diferença é que já não se leva horas a amassar em alguidares de barro, pois a "querida" Bimby does the hard work! Temos experimentado diversas massas e a que a mãe fez hoje tem um ar delicioso - e deixou um cheirinho em casa...aiiiiii...



Ingredientes:

75gr de leite
35gr de banha derretida
85gr de margarina
10gr de fermento fresco
Sumo de uma laranja
1 ovo
3 colheres de sopa de aguardente
560gr de farinha
3 colheres de sopa de açúcar amarelo
1 colher de chá de erva doce em pó
1 colher de chá de canela
1 pitada de sal

Ingredientes para barrar a massa:
200gr de margarina
5 colheres de sopa de mel
2 colheres de sopa de canela
4 colheres de sopa de açúcar amarelo

Preparação:
No copo da Bimby  coloca-se o leite, a banha, a margarina e o fermento fresco. Programa-se 3 minutos/37ºC/vel 1
De seguida adiciona-se o sumo de laranja, o ovo, a aguardente e programe 1 minuto/37ºC/vel 2
Por fim, adiciona-se a farinha, o açúcar, a erva doce, a canela e o sal. Programa-se 3 minutos/vel. Espiga
Deixa-se a massa a levedar dentro da Bimby até a tampa pequena levantar (cerca de 1h30mn)

Divide-se a massa em 4 e estica-se cada uma delas a formar rectângulos compridos.

No copo da Bimby, limpo, coloca-se os ingredientes para barrar a massa. Programa-se 4minutos/100ºC/vel 2

Com a massa esticada, pincela-se, generosamente, cada um dos rectângulos, dobra-se no sentido do comprimento, volta-se a pincelar, enrola-se e coloca-se cada um dos pequenos folares em formas pequenas e altas.
Como não temos muitas formas, a mãe usa papel vegetal para colocar cada uma das partes e coloca-as todas numa forma alta. Pincela-se novamente cada um dos folares e leva-se ao forno desligado mas pré-aquecido a 50º durante 40 minutos. Liga-se o forno a 190º e deixa-se cozer por mais 35 a 40 minutos.


Receita das amêndoas: amêndoas de Páscoa

Pano p'ra Mangas

segunda-feira, 7 de Abril de 2014

Porto WineMarket by Adegga

 
A semana passada foi de loucos. Uma verdadeira corrida contra o tempo, tanto que nem tenho vindo aqui sequer dizer "Olá!" e se pensam que o fim-de-semana foi de descanso e que andei a aproveitar o bom tempo que fez a sul, estão enganados.
Sexta de manhã voei para o Porto para colaborar no primeiro Porto WineMarket by Adegga, um evento fantástico e imperdível que tem vindo a crescer exponencialmente desde o ano do seu nascimento. Primeiro foi Lisboa, no ano passado aconteceu também em Bruxelas, e este ano, depois do Porto, acontecerá em Lisboa (nos dias 5 de Julho e 6 de Dezembro), em Copenhaga (no dia 11 de Outubro) e, novamente, em Bruxelas (no dia 15 de Novembro). Para 2015 mais cidades estão já programadas - all around the world! É o que se chama "por o vinho português nas bocas do mundo" - literalmente.
Ao todo, cerca de 42 produtores de vinhos de excelência trouxeram a sua sabedoria, simpatia e experiência até ao Porto Palácio Hotel para este evento, o qual teve ainda direito a uma Sala Premium com vinhos r(c)aros mas supremos, onde uma das estrelas foi um Porto com 114 anos! Fantástico, não é? Casa cheia, foi o que tivemos. Entre ilustres e anónimos o que observámos foi gente feliz e de sorriso rasgado e isso é muito gratificante, pois é resultado de muito, muito trabalho.
É sempre um prazer fazer parte desta equipa maravilhosa, divertida, coesa e, sobretuto, muito profissional. Até Julho, em Lisboa. E ficamos também à vossa espera, ok? Marquem já na agenda.




Para mais e espectaculares imagens: Adegga

Pano p'ra Mangas
 

quarta-feira, 2 de Abril de 2014

#desculpashámuitas



Andava há tempos a namorar o #desculpashámuitas mas ainda não tinha tido a iniciativa de aderir a este projecto tão engraçado proposto pela equipa do We Blog You (uma equipa fantástica e talentosa, já agora...). Há dias decidi-me e nem esperei pelo início de Abril para começar a publicar fotos
A ideia é tirar uma foto por dia segundo um tema proposto. Podem começar em qualquer altura do mês: tiram uma foto, publicam no Instagram e/ou no Facebook e adicionam a tag #desculpashámuitas
Inspirador e desafiante! Ahh, os temas de Abril podem ser consultados aqui.

Pano p'ra Mangas
 

terça-feira, 1 de Abril de 2014

Business cards


Há muito tempo que os business cards - o termo "cartão de visita" soa-me estranho... - fazem parte da minha vida, tanto quando trabalhava por conta de outrém como com o blog, no entanto ainda não tinha feito (quer dizer, agora já "fiz") nenhuns para a minha mais recente actividade como coach. Na realidade, como tenho estado a trabalhar na certificação ainda não tinha sentido necessidade dos mesmos - é que nem sequer tinha pensado no assunto - ... até ontem!!!
Com uma reunião agendada para as primeiras horas de hoje, de repente é-me dito "Não se esqueça de trazer os seus cartões!". Pânico. E agora? Eu não tenho cartões! ... e pior que isso, só estaria livre perto das 19h, sem acesso a computador, impressora ... nada! Por momentos ainda pensei não levar e, se alguém mos pedisse, diria que ainda não tinha, mas isso pareceu-me MUITO MAU! 
O que fazer então? Improvisar! Resolvi fazer os meus próprios cartões. Entre não levar nada e levar algo feito à mão, mesmo que tosco, ganhou a segunda opção. Primeiro pensei fazê-los redondos, mas lembrei-me de uma conversa que tive  há anos com a Susana, em que ela me dizia que os cartões com formatos estranhos eram engraçados, mas depois não se conseguiam arrumar decentemente, nem nas carteiras nem em lugar nenhum.... e de repente,do nada, abro uma gaveta fechada há muito tempo e deparo-me com uma embalagem de cartões pré-cortados. Estava encontrada a solução. Um rolo de washi tape serviu de medida para a circunferência e o resto foi saindo naturalmente com a ajuda de uma lapiseira e uma caneta de contorno.
Tenho pena de ainda não saber fazer estas coisas no computador, pois se soubesse acho que faria os meus cartões mesmo assim, mas com um ar mais profissional... E estes? Não ficaram muito mal, pois não?

 "Live the life you love" by Bob Marley

Pano p'ra Mangas
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Blogging tips