domingo, 12 de fevereiro de 2017

SKYR: o iogurte islandês


A primeira vez que vi as pequenas embalagens brancas desta mais recente moda foi no tapete rolante da caixa do Lidl perto de minha casa. Uma rapariga, à minha frente na fila, levava duas e o rótulo da tampa com a palavra "proteína" chamou-me a atenção. Ainda não fazia a menor ideia do que aquilo era, mas fiquei intrigada e voltei no dia seguinte à procura das ditas embalagens. Assim que coloquei uma foto no IG, por um comentário feito pela minha querida Maria João, fiquei a saber que este era o hit do momento.  Fiz uma pequena pesquisa e verifiquei que anda meio mundo a falar deste iogurte que não é iogurte, mas que parece iogurte.

Pelo que se dizia, estava sempre esgotado, então resolvi procurar receitas para experimentar a fazer.

Ora, se a Bimby faz os mais variados iogurtes e queijos não haveria, também de fazer SKYR? Entrei em acção: escolhi uma receita que me pareceu razoável e adaptei-a. Ficou impecável! Para o meu paladar ficou ainda melhor que o de compra, pois tem um sabor menos ácido. Dessa primeira experiência fiz um vídeo que publiquei FB (link para o vídeo) e desde então já repeti a experiência duas vezes (a segunda saiu falhada, pois não acertei na temperatura e a terceira ficou fenomenal)

Como fazer? Super simples!

Ingredientes:
1 litro de leite magro do dia
1 colher de sopa de SKYR (sim, apenas uma colher de sopa!!!) 

Na imagem: a embalagem de SKYR comprada no Lidl e um tupperware com o que fiz na Bimby.

Colocar o leite no copo bem limpo e seco da Bimby e programar 15 min/90 graus/vel 2. O leite deve permanecer a 90º durante 10 minutos, por isso ponho mais 5 que, calculo, seja o tempo necessário para atingir essa temperatura. Desligar e deixar arrefecer até o painel da temperatura marcar 50 graus. Nesta altura adicionar a colher de SKYR e programar 5seg/vel5. 
Retirar o copo da Bimby e abafá-lo bem (por estar muito frio, abafo-o com uma manta polar e outra de lã por cima). Deixar repousar cerca de 15 a 18 horas. 
Passado este tempo, coloca-se a escorrer num passador (já experimentei com o cesto e não resulta bem) forrado com uma gaze. No final deverá ficar com cerca de meio litro de soro e 400gr de SKYR. 
Guardar no frigorífico. 
Segundo o que li, quer este skyr caseiro, quer o soro duram, no frigorífico cerca de 5 dias.

Nota: o SKYR que mostro nas fotos foi feito a partir da primeira dose que fiz e não do de compra 🙌

E o soro? Deita-se fora? Não! Com ele podem fazer pão ou adicionar a sumos ou smoothies.

Mas afinal, o que é o SKYR?
Este produto é originário da Islândia, onde é produzido há milhares de anos, e é feito a partir de leite magro. Chamam-lhe de iogurte dada a sua consistência, mas é - na realidade um queijo cremoso, ligeiramente ácido e muito saboroso. A grande diferença, relativamente aos anteriores é o facto de ser altamente proteico e ser, praticamente, isento de gordura.

Se tiverem oportunidade, provem-no - nem que seja para ficarem a saber a que sabe 😉

Pano p'ra Mangas
Facebook | Instagram | Pinterest 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Blogging tips