domingo, 22 de outubro de 2017

Este não é um post sobre lingerie!


Porquê?
Porque este é um post sobre estarmos bem connosco próprios, com o que trazemos dentro e por dentro de nós.

Acho que já contei aqui esta história, mas não sei onde nem quando, por isso volto a repeti-la. Há uns anos, numa conversa meio casual, meio séria com uma amiga de infância da minha mãe, a quem trato por tia - não na acepção da Tia(zorra), mas de alguém que considero como tal e que, na verdade é a única que pessoa que na minha vida representa esse papel - dizia-me ela: “Margarida, é importante que todos os dias vistamos a nossa melhor e mais bonita lingerie, pois isso vai-se reflectir naquilo que transparecemos ao mundo!"

Todos os dias me lembro disto: o que é bonito por dentro, vê-se por fora!

E é verdade! Quem se sente bem com umas cuecas apertadas ou com um soutien cujas alças estejam sempre a escorregar? Ninguém! O mesmo se passa com o que vai cá dentro : a tristeza, o rancor, a raiva, os sentimentos que nos apertam a guelra ou fazem explodir torpedos, ... para quê?

Se esses sentimentos são por alguém, mais vale cortar o mal pela raiz, que é como quem diz: deitar as cuecas apertadas no lixo, pois se as despimos e pomos para lavar, inevitavelmente virão novamente parar à gaveta da roupa lavada. O que nos causa incómodo deve ser resolvido, depressa - de preferência, mas sem precipitação, pois esta é a maior e melhor aliada de um tiro no pé. Não é fácil, mas não é impossível.

Se esses sentimentos são para connosco próprios, então o caso pode ser mais desafiante e demorado, é que é mais complicado resolvermos o nosso relacionamento connosco próprios do que com os outros. Aqui não dá para colocar as cuecas no lixo... Parar para pensar. Falar com quem está próximo. Consultar alguém que nos possa ajudar. Entrar em acção. Dar passos que sejam à medida das pernas. Seguros. Pouco a pouco todos os problemas podem ser resolvidos. E por cada vitória conquistada, um prémio para que a vitória não caia no esquecimento (lembram-se do meu prémio por ter atingido a meta dos menos 14kg?).

(De repente até parece que estou a escrever num qualquer código: cuecas apertadas, sentimentos negativos e agora um tiro no pé??? OMG, Margarida não bebes mais nada...)

Por isso, amanhã de manhã - e em todas as manhãs que se seguirem - vistam a vossa melhor lingerie e saiam à rua de sorriso no rosto e de bem com a vida. Se todos fizermos isto, os dias correm muito melhor.

E porque este post começou com um par de cuecas apertados e um soutien de alças escorregadias, por que não terminar com lingerie bonita - daquela que é só para nós, porque sim, porque nos merecemos!



Toda a colecção My Intimate Cantê - liiinnddaaa de morrer - aqui (confesso que só conhecia os fatos de banho e biquinis deata marca, mas há dias descobri a lingerie no Instagram e fiquei apaixonada)








Pano p'ra Mangas

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Blogging tips